26 de janeiro de 2010

Buracos na alma


Ontem e hoje foram dias reservados exclusivamente para CURTIR.
Ontem a rotina foi: acordar tarde, ir a praia e caminhar ainda pela manhã, sombra, água de côco, sol, leitura de frente pra o mar, almoço no shopping, cinema e compras. Serginho tirou 1 semana de férias, ou seja, a melhor companhia do mundo, e muitas horas de alegria e lazer.
Vários motivos me fizeram feliz ontem, coloquei um ponto final gigante numa pseudo-amizade, aquele tipo de amizade que vc aposta muito, mas o outro lado te percebe apenas como objeto, coisa, sei lá; nesse dito caso, eu era a tira-duvidas-teológica ou SOS para assuntos espirituais. Mesmo tendo enorme boa vontade e prazer em ajudar, de repente percebi que eu não era vista como a amiga, a pessoa, isso me irritou ao extremo e ponto final em pseudo-amizade, ou relacionamento parasita.
As vezes é preciso ter coragem e amor próprio, e não permitir que as pessoas nos usem.
Existe uma clara distinção entre amor-cristão, fraternidade (que é uma via de mão dupla), e a relação sangue-suga, onde vc ama, ora, aconselha, se preocupa, se importa e o outro lado ignora vc, nem te percebe como ser humano.
Ora, ora, me magoei até que deletei isso.

Outro motivo que me fez feliz foi o de conversar com Deus sobre o que chamo de buracos na alma.
Deixa explicar minha tese:
Crises e ausências na familia, perdas, relacionamentos falsos, julgamentos equivocados que fazem de vc, solidão, insegurança, rejeição... tudo sofremos ao longo da vida ao nos relacionarmos com os outros e com nós mesmos, causam o que chamo de buracos na alma, deixam marcas feiosas, feridas, dor, insegurança, sofrimento.
Todo mundo tem seus buracos, todos convivem com suas  feridas interiores.

E ontem na praia, novamente falei com Deus sobre meus buracos.
Por baixo dessa imagem de extroversão e falação minha, existem vários buracos, grandes feridas, muitos causado pela ausência de papai, turburlencias vividas em casa. Anos e anos de absoluta incerteza, da infância até ao casamento, muitos anos de ressentimento, dor, tristeza, algumas dessas coisas completamente desnecessárias, já que papai estava de certa forma por perto e eu podia ter criado pontes de diálogo e não muros.
Então, essas coisas vão ficando dentro da alma, como um lixão, e tem horas que tudo vem a superfície, vc se angustia, se entristece, transfere para outros a culpa por sua dor e tristeza, faz uma confusão entre o passado e o presente, tudo fica turvo, é complexo isso, não consigo entender direito, por isso que falei com Deus. Essa explosão de angustia, medo, dor que me trava, me paralisa, me enfurece.
Escrevi, escrevi, orei, orei, conversei com Sérgio (que sempre tem uma perspectiva leve e madura ao ver as coisas mais densas), e fiquei ali, em frente o mar após esse momento introspectivo.
Em resposta Deus falou algo belíssimo que quero partilhar, registrar, já que todo mundo convive com suas feridas e buracos, acho que vc pode encontrar alivio nessas palavras:

De Deus 
Para Miriam
Dia 25/1/2010  - segunda-feira
Praia de Boa Viagem ás 13:42 h. 

Olhe para MIM!
Olhe para MIM

Mantenha sua atenção em MIM!
Veja, sinta, meu amor por você
Mantenha suas expectativas em MIM!
EU, apenas EU tenho o amor que te preenche, e esse amor é TODO para você FILHA!
Apenas veja, sinta, receba meu amor, é todo para você!
As vezes as pessoas não saberão te amar,
Mas é o meu amor que te alimenta e esse amor é TODO para você FILHA!

Fica ai as palavras do Eterno. Palavras que me curam, SEU AMOR ME RESTAURA e desfaz esses buracos na alma!
Após recebe-las em meu coração senti paz, paz, paz!! É isso, vou dormir, preciso estar bem, hoje será mais um dia de praia, lazer, leituras, sorrisos...

2 comentários:

Débora Basilio e Bruno Schittges disse...

Miriam, é a primeira vez que visito seu blog, adorei a sua forma de pensar, seus textos são bastante edificantes!

Infelizmente as amizades estão chegando a esse ponto, a ponto das pessoas se aproximarem de nós não pelo que somos, mais pelo o que podemos oferecer a elas, isso é triste, muito triste!

Beijão!
Papai continue te abençoando!!!!!
por sinal, muito lindo, o que ele te disse!
Débora Basílio

daitompson disse...

Oi Miriam

Isso que você escreveu é algo que também sinto...só não tive a coragem de escrever...faço das suas as minhas palavras

Obrigada