25 de setembro de 2007

Amigos, amigos!!! como cresço com eles!

Terça, 10 horas da manhã, acordei a poucos instantes, preciso sair daqui a 20 minutos, encarar os compromissos do dia.

Fui dormir muito tarde ontem, tive uma ótima reunião com a liderança do louvor MJ, pôr idéias no papel e orar pelos demais do grupo, pela nossa liderança, foi um momento especial.

Amamos nosso trabalho no louvor, mas o segredo de nossa empolgação é o forte laço de amizade, o amor de Deus que nos faz UNO.

Então, eu, Tito, Jana, Dani e Pedro que chegou no final, (como sempre) fizemos da nossa reunião um momento de resolver as pendência e partilhar nossas dificuldades pessoais, orar uns pelos outros, sorrir a tôa, e depois ainda conversei com Pedro por mais 1 hora!

Entendo que Jesus priorizou tanto a comunhão entre os irmãos, exatamente por ser algo que faz muito bem a alma. As obrigações, as dificuldades e todos os desafios se tornam leves quando estamos perto dos amigos! O REINO DE DEUS CRESCE!

Estou muito feliz!

Deus tem me falado e demonstrado seu amor por mim, através das pessoas que me amam gratuitamente, meu esposo lindo, doce tem me incentivado muito a crescer em todas as áreas, e sempre é compreensivo com minha agenda apertada, as ausências, meus fiéis amigos, e muitas outras pessoas que sempre me acrescentam.

Falando em equipe, partilhei com o pessoal algo simples: Gente, oremos, para que Deus nos transforme em adoradores. Pessoas radicalmente apaixonadas por Ele. Pessoas dispostas a pagar preço elevado para aproveitarmos sua companhia e recebermos sua vida... Pessoas que tocam o coração de Deus.

Agradeço a Deus por ontem! Pedro falou algumas coisas que Deus colocado no coração dele, sonhos interessantes, e aquilo me encheu de Fé. Vamos adiante!

É o tempo de Deus !

2 comentários:

leandro lima disse...

caramba pedro conversou mais de uma hora kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Vc eé rica por estar tão cercada pelos amigos... sinto-me sozinho, confuso, e procuro pessoas que possam me influenciar positivamente, mas isso nem sempre é possivel.
Não sei se escolho mal meus amigos, ou se invisto pouco nos meus relacionamentos... não sei!